AdoteUmCara.com.br

Um encontro de almas

Tem vezes que parece que o encontro já aconteceu em algum lugar do passado, mas você não consegue lembrar. Uma espécie de lembrança distante, em que um total desconhecido se torna próximo instantaneamente, no primeiro olhar.

Foi exatamente assim quando a Bárbara encontrou o Anderson, em 2015, saindo de um festival de música eletrônica. Os dois moravam próximos um do outro (nosso filtro de geolocalização ajudou nessa missão), mas os horários dificilmente se encaixavam, e passados 2 meses de conversa, o dia chegou. A Renata, cheia de glitter e toda alegre depois de ter curtido o festival no Rio de Janeiro, decidiu ligar para o Anderson e ver se ele estava disponível para buscá-la. “Foi engraçado por que foi tudo muito informal. Eu simplesmente liguei, ele veio, nos encontramos e nos beijamos, como se fôssemos velhos conhecidos”.

“Durante todo o tempo que passamos conversando no aplicativo ele não forçou nada, foi muito respeitoso e educado. Isso me chamou a atenção. O legal do Adote é que você não é obrigada a conversar com quem você não quer e a perder seu tempo. É uma questão de escolha do perfil que mais tem a ver com você”.

A relação fluiu tão naturalmente que a Renata nem conseguiu guardar datas na cabeça: “Não consigo lembrar o dia exato em que falamos de sentimento pela primeira vez. Nem eu nem o Anderson conseguimos guardar o que sentimos, então quando percebemos, já tínhamos falado. Sabíamos desde o começo que queríamos algo sério e, principalmente, não tivemos medo de nos entregar”.

O desejo de construir uma vida juntos ficou ainda mais consolidado com a gravidez não planejada da Renata, dez meses depois de conhecer o Anderson no Adote. Ela estava no último ano da faculdade, com a cabeça a mil por hora e, quando soube, contou a notícia chorando. “Ele me acalmou e agiu naturalmente, sempre foi muito protetor e me ajudou em tudo. Quando íamos ao médico juntos, ele fazia mais perguntas sobre a gravidez do que eu”. Decidiram chamá-lo de Aquiles, nome do valente guerreiro grego.

Ela, designer de moda, e ele, analista de sistemas, são bem opostos nas profissões, mas se complementam nos projetos em comum, nas séries preferidas que adoram assistir juntos, e no sonho de talvez se mudarem para o Canadá e viajarem cada vez mais, agora acompanhados do baby. Ao que depender deles, a relação continuará a se desenvolver naturalmente, como desde o começo se mostrou ser um reencontro, a continuação de algo que já estava iniciado em algum lugar.

Nós do AdoteUmCara desejamos que a Bárbara e o Anderson, que saíram do app. para a vida real, continuem alimentando esse amor e crescendo juntos <3

Tem alguma história boa que saiu do Adote e quer compartilhar com a gente? Manda um direct no nosso Instagram @adoteumcara ou pelo e-mail contato@adoteumcara.com.br

Texto e entrevista por Beatriz Prieto

back to top