AdoteUmCara.com.br

Mulheres que conquistaram o espaço

As mulheres têm desempenhado um papel fundamental na exploração do espaço desde o início. Embora tenha havido muitas tentativas de diminuir seu papel, elas finalmente conseguiram voar para o espaço nos anos 60 e literalmente colocaram os pés por lá nos anos 80. 

Embora nas últimas décadas as agências espaciais tenham feito esforços para incluir astronautas mulheres em suas missões, o caminho para as mulheres que querem ir para o espaço ainda permanece sinuoso.  

Aproveitando a oportunidade única oferecida pela nossa campanha Cosmic Love, o AdoteUmCara apresenta perfis de grandes astronautas femininas, sem as quais não só a história da conquista do espaço, mas também o mundo, não seriam os mesmos.

Três, dois, um, vai!

Valentina Tereshkova

Em 1963, a primeira nave espacial com uma mulher a bordo, a Vostok 6, entrou em órbita ao redor da Terra. Ela era a cosmonauta soviética e engenheira Valentina Tereshkova. O projetista chefe do programa espacial, Serguéi Koroliov, não concordou em enviar uma mulher para o espaço. Apesar de suas objeções, Tereshkova, cheio de amor por voar e saltar de pára-quedas, passou com sucesso em todos os testes de resistência e partiu para conquistar espaço.

Svetlana Savitskaïa

Embora o primeiro voo feminino para o espaço tenha ocorrido muito cedo, foi apenas 19 anos depois que a segunda mulher foi enviada para o espaço. Estamos falando da nativa da União Soviética Svetlana Savitskaïa. Em 1980, a astronauta passou com sucesso nos testes de seleção e se juntou às fileiras dos cosmonautas soviéticos. Sua primeira missão espacial ocorreu em agosto de 1982 e durou 8 dias. Em julho de 1984, durante sua segunda missão a bordo da Soyuz T-7, Svetlana se tornou a primeira mulher a completar um passeio espacial de mais de três horas.

Sally Ride

Enquanto todas as missões espaciais dos EUA eram tripuladas exclusivamente por homens, em 1977 a NASA decidiu recrutar a primeira equipe exclusivamente feminina de astronautas. A competição foi feroz, com cerca de 8.000 candidatas disputando um lugar neste grupo seleto. Em 1978, 35 novos astronautas foram selecionados, incluindo o médico de física Sally Ride. Assim, em 1983, após cinco anos de intensa preparação, Ride se tornou a primeira mulher americana na história a estar a bordo do shuttle Challenger. Ela participou de duas missões e passou um total de duas semanas em órbita.

Mae Jemison

Mae Jemison fez história como a primeira mulher negra a voar para o espaço. No entanto, antes que isso acontecesse, ela percorreu um longo caminho. Em 1973, com apenas 16 anos de idade, ela foi aceita na Universidade de Stanford. Lá ela estudou química, mas não parou por aí. Em 1981, ela obteve o doutorado em medicina pela Universidade Cornell. Apesar de ter sido realizada profissionalmente, ela não perdeu a esperança de que um dia seria capaz de conquistar o universo também. Em 1987, ela foi aceita no Corpo de Astronautas da NASA, e cinco anos mais tarde ela realizou seu sonho de infância voando para o espaço a bordo do ônibus espacial Endeavour.

Ellen Ochoa

Ellen Ochoa não é apenas a primeira mulher de ascendência hispânica a voar para o espaço a bordo do ônibus espacial Discovery em 1993, ela também é uma inventora. Antes de partir para a conquista do espaço, obteve o doutorado em engenharia elétrica pela Universidade de Stanford, e em 1987 patenteou um sistema óptico inovador. Ochoa começou sua carreira na NASA em 1990 e rapidamente bateu um recorde notável, passando quase 1.000 horas no espaço. Atualmente, ela é a primeira mulher da história a ocupar o cargo de Diretora do Centro de Voo Espacial.

Anna Fisher

Por último, mas não menos importante, Anna Fisher, que trabalhou no departamento de exploração espacial. Em 1978, ela foi selecionada como astronauta e fez parte do Grupo 8 da NASA, a primeira tripulação a incluir mulheres. Em agosto de 1979, ela completou seu período de treinamento e teste de qualificação de voo. Fisher participou da missão de transporte Discovery, que começou em 1984 e chegou a viajar um total de 192 horas no espaço.

A história de Fisher foi a inspiração para Ridley Scott criar Ripley, o personagem principal do filme Alien, o Oitavo Passageiro de 1978. Hoje, aos 71 anos de idade, a astronauta continua a ser uma fonte de inspiração para nós. Isto se torna evidente, por exemplo, no logotipo da Cosmic Love Space Agency, com o qual prestamos homenagem a ela e seus feitos extraordinários.

Pela primeira vez, graças ao AdoteUmCara, 1000 amantes poderão enviar suas cartas de amor para o espaço a bordo do foguete Falcon 9 da SpaceX. Te oferecemos a oportunidade de viver uma aventura romântica interplanetária inesquecível. Para participar, acesse https://www.adoteumcara.com.br/cosmic e se torne parte da conquista do universo.

Se gostou desse artigo, você pode também gostar de:

Carta espacial 

Envie sua carta de amor ao espaço 

back to top