AdoteUmCara.com.br

E essa tal da maturidade emocional?

A Natalia Marques (@psinataliamarques), nossa psicóloga parceira do LAB,  fala essa semana sobre a maturidade emocional, essa qualidade essencial para ter uma relação saudável. Fizemos algumas perguntinhas para que você entenda o que é, e como conquistá-la:

Escutamos muito falar em "maturidade emocional" atualmente, mas o que ela significa?

Para mim maturidade emocional tem relação especialmente com autoconhecimento e consequentemente com autoestima. Muitas vezes, buscamos maturidade emocional e autoestima sem nos conhecermos. Não sabemos do que gostamos, quais são nossas qualidades, nossas fragilidades, vivemos muitas vezes baseadas no que ouvimos de nós, vivemos uma vida baseadas no que as pessoas querem que sejamos, no que a sociedade espera que a mulher seja, baseadas em padrões sociais. Passamos, por vezes, uma vida sem saber quem nós somos, já pensaram nisso? É praticamente impossível adquirir maturidade emocional sem se conhecer, então esse é o primeiro e mais importante passo!

E por que ela é importante para uma relação?

Quando temos noção do tamanho do nosso valor não é mais qualquer migalha que nos é suficiente. Muitas vezes sentimos que precisamos ter uma relação amorosa, mais por carência, do que por real necessidade de querer de fato uma companhia, uma parceria para compartilhar. Como falado na entrevista anterior, muitas vezes queremos uma relação por carência. Quando nos conhecemos, nossa companhia passa a ser muito mais agradável e não temos a necessidade de estar constantemente em uma relação amorosa.

Já pensou que, para achar a “pessoa certa”, eu preciso saber o que eu busco em alguém? Quem é compatível com você? Que qualidades uma pessoa precisa ter para se relacionar com você? O que você admira em um ser humano? Essa pessoa que você gosta tem essas qualidades? Quais defeitos são toleráveis para você? Alguma característica dessa pessoa te fere? Precisamos saber essas respostas para uma relação amorosa madura. Lembre-se que para encontrar a “alma gêmea”, primeiro precisamos encontrar a nossa “própria alma”.

Como a maturidade emocional é conquistada? Ela depende de quais fatores?

Como dito acima, é essencial para a maturidade emocional o autoconhecimento. Como o conquistamos? É muito importante fazer terapia para compreender sua própria história, se encontrar com você mesma. É muito importante também buscar fazer coisas por você: estudar, ler, ouvir música, ir ao teatro, dançar, fazer yoga. Busque conhecimento sobre suas emoções, enfim, sobre você!

Busque conviver com pessoas que te façam bem, que não te critiquem ou digam que seu jeito é “errado”, isso tanto em relacionamentos amorosos, como para as amizades! Cuidado também com quem segue nas redes sociais, consuma conteúdos de pessoas que ajudem a elevar sua autoestima, e não a reduzir. Seja você, e assim irá descobrir o quão incrível é!

 

*Gostou dessa entrevista e quer fazer perguntas sobre outros assuntos relacionados aos relacionamentos e sentimentos? Manda um direct pra gente no Insta! (@adoteumcara) ou pelo e-mail contato@adoteumcara.com.br

Por Beatriz Prieto (entrevista e edição) Profissional consultada: Natalia Marques (CRP 06/130211)

-> Leia mais:

Carência: de onde vem e por quê nos sentimos assim

Do app ao pedido de casamento 

Sou romântica, e daí? 

 
back to top