AdoteUmCara.com.br

AdoteUmCara.com.br

Como ter uma atitude positiva sobre sua sexualidade?

Quando falamos de sexo, o ponto de referência pelo qual analisamos o comportamento sexual dos outros é nossa atividade sexual, orientação psicossexual, identidade de gênero, valores e crenças. Entretanto, embora sejamos diferentes, há momentos em que chegamos a emitir juízo de valor sobre o comportamento sexual dos outros. E se respeitassem todos os tipos de expressão sexual?

Isso é possível se tivermos uma abordagem positiva, seja da nossa própria sexualidade ou da das pessoas ao nosso redor. Mas o que podemos fazer para que isso aconteça? No Adote, preparamos algumas dicas simples, que lhe permitirão avançar em direção a uma atitude sexual positiva.

Aceite-se

Um passo importante é aceitar sua sexualidade (incluindo sua orientação psicossexual e identidade de gênero) e perceber que tudo bem ser exatamente como você é. Cada um de nós tem suas próprias necessidades e desejos, que não devem ser reprimidos. Vale a pena falar abertamente sobre eles. Se você estiver preocupado com alguma coisa, não tenha medo de procurar ajuda especializada.

Tome decisões por si mesmo

Escolher a pessoa com quem vamos ter uma relação romântica ou erótica é uma decisão que pertence apenas a nós mesmos. Portanto, ninguém tem o direito de nos dizer como nos comportar, muito menos de nos fazer sentir vergonha ou culpa. Isto também funciona no sentido oposto - não dê lições aos outros ou julgue suas escolhas.

Experiência

Não é raro escondermos de nosso parceiro nossos desejos e fantasias. Falar abertamente sobre sua vontade de experimentar pode levar seu relacionamento a um novo patamar. Desde que ambos concordem, é claro. É importante estabelecer limites em relação ao conforto mental, físico e de saúde. Lembre-se, a sexualidade positiva não se trata de tentar tudo a todo custo, mas sim de consentimento.

Cuide de sua saúde

Ter uma vida sexual regada a positividade também significa cuidar de sua própria saúde e da saúde dos outros. Primeiramente, é uma boa ideia se testar regularmente. Em segundo lugar, você tem o direito de perguntar sobre a saúde da pessoa com quem você está se relacionando sexualmente. Lembre-se de que, se você suspeita que o sexo pode ser arriscado para você, você pode se retirar a qualquer momento.

Conheça suas próprias necessidades

A sexualidade positiva também significa conhecer suas próprias necessidades e sua capacidade de estabelecer limites. O segredo é se sintonizar consigo mesmo e perseguir seus desejos, na medida do possível. Sexualidade é autoconsciência, autorrealização, desenvolvimento sexual e sexo de qualidade. É também um espaço para refletir sobre si mesmo.

Lembremos que cada um de nós é diferente e que nossas necessidades também o são. Elas não devem ser julgadas, basta admitir que todos nós temos o direito de implementá-las. Afinal, sexo deve ser uma decisão consciente, segura e consensual, com respeito pelo outro e por nós mesmos.

Escrevemos este artigo baseado no livro Joys of Femininity de Nina Brochmann e Ellen Støkken Dahl.

Se gostou deste artigo, você vai gostar também de:

Como se comunicar efetivamente num relacionamento

back to top