AdoteUmCara.com.br

AdoteUmCara.com.br

Como superar uma traição?

Ser traído dói. É simples de entender racionalmente, mas os sentimentos atrelados à experiência podem ser muito mais complexos de ser superados. Raiva, constrangimento, tristeza e até culpa são algumas das reações mais comuns a este evento, que pode ser devastador.

Pensando nisso, nós do adote escrevemos este texto com dicas que vão te ajudar a superar uma traição da forma mais saudável possível. Vamos lá:

Respeite o seu luto

É importante saber que a confiança foi quebrada e, com ela, uma parte importante do seu respeito pelo outro. Perder essas duas coisas pode ser um golpe fortíssimo para a sua relação e você vai precisar de um tempo para se curar. Respire fundo, permita-se sofrer, e deixe que o seu coração se cure à medida em que as coisas forem saindo do centro das atenções.

Lembre que não é culpa sua

Tentar entender onde falhou para que isso justifique as atitudes do outro é um erro comumente cometido por pessoas que foram traídas. A infelicidade ou descontentamento com a relação não é um sinal verde para machucar o outro. Todos são responsáveis pelas suas escolhas e você não deve se culpar pelas ações do outro.

Se coloque em primeiro lugar

Converse com pessoas que te amam, coma sua comida preferida, vá a lugares que te fazem sentir bem, assista uma série que te faz rir. Experimente focar em coisas que te deixarão mais leve e que vão te lembrar que a sua própria companhia é essencial e merece ser apreciada.

Não tome decisões precipitadas

Desde tentar descobrir mais sobre a pessoa com quem a traição aconteceu até decidir se quer permanecer ou sair do relacionamento, essas são decisões que requerem calma e uma boa dose de reflexão. Para não deixar que o medo ou a raiva guiem suas escolhas, o tempo é o seu maior aliado.

Busque ajuda profissional, se necessário

Amigos são essenciais, mas consultar com um psicólogo pode ser a peça que você precisa para finalmente conseguir seguir em frente. A opinião de um especialista não precisa ser o último recurso, mas pode ser vista como um elemento chave para descobrir mais sobre si mesmo e como esse evento te afetou. Se for definitivo, lembre-se de manter sempre as coisas boas.

Se você gostou deste artigo, pode gostar também de:

Prós e contras de ser solteiro

back to top