AdoteUmCara.com.br

AdoteUmCara.com.br

5 mulheres incríveis na Netflix

O catálogo da Netflix está repleto de séries com mulheres extraordinárias. Desde atrizes com performances impecáveis até personagens de tirar o fôlego, a representação feminina nas séries da plataforma de streaming é ampla e variada.

Pensando nisso, nós do adote criamos a nossa própria lista de séries imperdíveis que giram em torno de mulheres fortes, cada uma à sua maneira. Vamos lá!

O Gambito da Rainha

A força da personagem de Anya Taylor-Joy em O Gambito da Rainha é tão impressionante que acaba por nos fazer desejar que ela seja uma pessoa real. Ambientada em 1950, no estado do Kentucky, nos EUA, a série conta a história de Beth Harmon, uma jovem que descobre sua aptidão para o xadrez enquanto vive num orfanato. Seu rápido raciocínio lógico lhe traz oportunidades imperdíveis, mas os problemas que a personagem deve enfrentar ao longo da série a perseguem em diferentes lugares do mundo, mesmo durante os torneios de xadrez. Com genialidade e criatividade, Beth conquista espaços ainda não alcançados e acaba por encontrar o seu lugar no mundo.

Cara gente branca

Baseada no filme homônimo de Justin Simien, Cara Gente Branca conta a história da destemida Samantha White, interpretada por Logan Browning, em sua faculdade predominantemente branca, nos Estados Unidos. Vítima de cyberbullying, Sam enfrenta diferentes desafios enquanto apresenta o programa de rádio Cara Gente Branca, uma afronta política carregada de significados ligados à luta do povo negro num ambiente majoritariamente branco.

Alias Grace

A série é uma adaptação de Margaret Atwood sobre a servidão, principalmente feminina. A história é contada através dos olhos de Grace Marks, interpretada pela incrível Sarah Gadon, uma empregada condenada por ter supostamente assassinado seu chefe e a governanta da casa em que trabalhava, no século XIX. Após uma década de prisão, Marks se encontra com um psiquiatra num esforço para descobrir se ela cometeu realmente os crimes dos quais é acusada. Apesar de parecer frágil ou vitimizada em diversos momentos da série, a personagem demonstra também força e resiliência após ter sobrevivido a diversos episódios traumáticos.

Orange Is The New Black

Com base nas memórias de Piper Kerman, uma memorialista estadunidense cujas experiências na prisão por acusações de crime de lavagem de dinheiro inspiraram a série, Orange Is The New Black chegou a vencer o Emmy ao descortinar a vida em uma prisão feminina, nos EUA. Taylor Schilling lidera um elenco incrível, repleto de grandes nomes como Taryn Manning, Danielle Brooks, Uzo Aduba, Dascha Polanco e Laverne Cox.

Nada Ortodoxa

Com oito indicações ao Emmy, esta série germano-americana é inspirada na autobiografia “Unorthodox: A Rejeição Escandalosa de Minhas Raízes Hassídicas'', de Deborah Feldman. Criado, escrito e dirigido por mulheres, o seriado conta a história de Esty, uma mulher judia de 19 anos que, ao se sentir infeliz num casamento arranjado entre a seita Satmar duma comunidade ultra-ortodoxa em Nova Iorque, foge para Berlim, onde descobre a vida fora de sua comunidade. A interpretação impecável da atriz Shira Haas, no papel principal, é apenas um dos motivos para assistir a essa série emocionante sobre renúncia, descobertas e determinação.

A lista poderia continuar indefinidamente, mas as nossas recomendações ficam por aqui, porque agora é hora de fazer sua pipoca e se jogar nesse mundo cheio de personagens femininas empoderadas!

Se gostou deste artigo, você vai gostar também de:

Guia de beijos cinematográficos - Parte I

back to top